Suicídio Lento

SUICÍDIO LENTO

 

Não

Espera pela noite

De bar em bar

De droga em droga

Cavando a própria cova

Feridas do destino

Invadem sua mente

Escravo dos sentidos

Um corpo viciado

A vagar nos escombros

Por doses de ilusão

Só mais uma

e outra depois…

Bem-vindo à legião!

Só cabe a você

Como vai ser

Vai ceder

ou vai vencer

É toda sua a decisão

quanto tempo até o caixão ?

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS